Todos os dias

Ouço vozes diariamente, no trabalho, em casa, na faculdade, dentro do carro, em todos os lugares. Mas acho que isso acontece com você também né? Um emaranhado de vozes rodeiam minha cabeça durante o dia e no final tudo o que ela quer é descansar. No telefone do trabalho, no celular com um conhecido, em casa com a família, na rua com as pessoas…blá blá blá blá não para nunca. As vozes se misturam com o barulho da televisão na sala de espera, com os carros passando na rua, com o bebê no colo chorando, com o ventilador ligado e ufa! É preciso um exercício diário para organizar esses barulhos e não enlouquecer. Mas todos os dias  tento deixar de ouvir barulhos para buscar ouvir pessoas, não só com ouvidos, mas com os olhos e principalmente:  com o meu coração. Ô coisa boa é quando queremos falar e tem alguém realmente disposto a ouvir, suas reclamações, seus medos, a sua rotina do dia, os problemas e todas as pequenas coisas que vivemos falando por ai. Tem faltado gente assim. Gente que sente a dor da gente e se importa em ouvir mesmo aquilo que não é importante para ela mas sabe que é importante pra você. E as vezes o que é importante pra você nem é algo tão grande e importante assim mas torna-se importante só pelo fato de querer compartilhar com alguém. Gente que escuta com o coração, que se anima com você e sente junto sua felicidade. IMG_4093-0Todos os dias eu tenho tentado deixar de lado as urgências dessa vida só para parar de vez em quando e  andar mais lentamente para aproveitar o caminho de volta pra casa depois de um dia dentro de um escritório. Estou desligando o rádio só pra ouvir o vento passar e os passarinhos cantar e tenho descoberto que isso é melhor do que qualquer outra coisa. Tenho calado minha alma sempre tão ansiosa e apressada para esperar e ouvir a voz de Deus . E nessas horas eu penso “Aonde é que foi que perdemos isso? Por quê é que eu havia me esquecido disso? Como eu estava vivendo sem essas pausas diaras? Sobrevivendo.” A barulheira cansa a mente e essa canseira é bem maior do que o cansaço físico. Se a gente não para para tirar os sapatos, pisar no chão e lembrarmos de quem somos ele nos consume e  nos desespera só de ouvir chamando nosso nome. Todos os dias precisam de uma “parada obrigatória”. Só para olhar para o céu. Só para respirar. Só pra não se esquecer que existem dádivas diárias que tem passado despercebido. Só para falar com Deus. Só para agradecer… Todos os dias.

Anúncios

Comente aqui sobre essa nota ↓

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s