Quando se vê já é dezembro…

E não é que é? E quando se vê já é dezembro, já se passou mais um ano novamente e uma nova página será virada, as luzes são postas, os familiares se aproximam e os preparativos começam. Para quê mesmo?

Dezembro sempre foi meu mês preferido.

Estou ficando mais velha e o Natal está – de novo – a um passo daqui.
Caraaaaamba! Quanta coisa já passou, quanto eu vivi até aqui? Quantas coisas eu ainda vou viver esse ano? O mês só começou e todo aquele sentimento nostálgico chega junto também.
Muita gente passou por aqui esse ano, deixando um pouco de si e levando um pouco de mim.

Tiveram alguns porres de conversas gostosas, abraços que salvaram e vários sorrisos que aqueceram ♥ , teve também os momentos difíceis daqueles que você nunca imagina um dia viver, tombos de ralar o joelho e o coração – mas que depois nos deixam mais sensíveis e mais humanos – afinal é isso que ela faz não é? Dói pra só depois aliviar, agradecer e continuar, sem falar nas descobertas! Ah, mas não são só as novas que eu estou dizendo, estou falando sobre a descoberta de tudo aquilo que eu pensei que já tivesse conhecimento, das pessoas, do mundo, de mim; crescimento daqueles que não se vê, mas também aqueles que não ficam tão difícil assim, do tipo para os lados, e chororô muito chororô, mas que lavou os olhos e a alma, e me fizeram enxergar muito além. (…)

A vida em suas circunstancias afastou de mim quem eu não esperava ver distantes – não tão cedo – Mas quem é que prevê o que pode ou não acontecer nessa vida?!

 

IMG_4292.JPG

 

Da mesma forma surpreendente que afastou também aproximou pessoas que nem de perto pensei que pudessem ser quem são para mim hoje.

Sim, valeu a pena sim! E tem valido a cada novo dia, em cada novo sonho e plano, em cada degrau subido. Tem sido além, muito além de tudo aquilo que eu esperava/sonhava/pedia ou sequer imaginava que pudesse ser.
A vida é assim, cheia de surpresas e em todas elas há sempre uma lição a ser aprendida. Ela ensina, e por vezes dói. Ouvi uma frase essa semana no aniversário de 70 anos do avó do meu namorado e ele disse assim pra mim:  “Filha, a vida é dura, mas o amor compensa sabe eu disse isso a vida inteira? você não acha que é verdade?” Eu dei risada e acenei que sim, mal sabia ele o quanto eu pensei enquanto sorria.

Ele escreveu essa frase em meu coração.

Daqui a três dias eu completo 21 anos e quer saber qual a lição desse ano para minha vida?

 

A vida é dura, mas o Amor compensa. ♡

IMG_4494.JPG

IMG_4493.JPG

 

Anúncios

Comente aqui sobre essa nota ↓

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s