› Tchau 2014: A vida nem sempre fala, mas logo você escuta.

Faltam dois dias para acabar o ano de 2014, o que torna indispensável toda aquela retrospectiva dos momentos bons e ruins que acontece com a maioria das pessoas. Algumas lembranças tornam-se saudades embora outras nem tanto. Até dá aquela vontade de reviver momentos e pessoas, já outras dá vontade de nunca mais reviver ou se lembrar. Surge em nós a esperança que no próximo ano tudo será novo e diferente. Você fica crente que encontrará O amor, O emprego, que fará AQUELA viagem e tudo vai ser LINDIMAIS o ano inteiro…não é? Mas é aquela velha frase:

nada muda se você não mudar.

Eu olho para minha vida hoje e consigo ver claramente quanta coisa mudou esse ano. É intrigante pensar na mudança em diversas áreas e da mesma forma continuarmos sendo e se sentindo os mesmos embora saibamos que está t u d o diferente. Chega a parecer contraditório, mas você sabe que não é né?!
A fisionomia muda, os pensamentos amadurecem, as opiniões são divergentes das certezas que tinha anteriormente; os sapatos do começo do ano já nem servem mais do jeito confortável que serviam, os lugares onde se gostava de estar antes hoje já não são nem um pouco aconchegantes ou “sua cara”. O cabelo mudou, a pigmentação, a textura, a pele, o corpo, os gostos, os gestos…tudo. Chega a ser engraçado! Ao mesmo tempo você continua sendo a mesma pessoa de seeeeeempre, com a personalidade igual, a essência, a vontade de crescer, de ser/estar; e embora tenha mudado tanto, você continua se sentindo a mesma! Mesmo sabendo que não é. Mas é. Que confusão!! É assim com você também?

Em determinadas situações eu me sinto extremamente madura, correta, coerente, sensata e certa de que faço aquilo que acredito que deva ser feito/dito. Embora em outros, ainda  sinto a insegurança de quando se é criança e quer dar logo os primeiros passos mas ainda tem tanto medo de cair, como se todas as palavras sumissem, a coragem também e você se vê na inocência de ser tão pequena e só querer colo.
A vida nos exige ser forte e ter coragem.

 →  “Vá em frente e enfrente!”

Mas só depois de um tempo, alguns arranhões e tropeços é que você aprende que vão ter momentos em que você vai ser fraco sim, vai querer e vai chorar também, você também não saberá o que fazer algumas(muitas) vezes, você entenderá que em outros momentos você vai estar sozinho, não vai ter pra quem correr, onde se segurar e um lugar para se esconder. Então vai ser exatamente nesse momento que você vai atravessar os diversos obstáculos que aparecerão e mesmo que doa, rasgue, corte ou machuque, em cada um deles sairá mais forte e melhor, sendo a experiência boa ou não.

A vida não te avisa, mas logo você entende que ela não é fácil não, que nem sempre os caminhos são coloridos e cheios de flores e pessoas educadas, que o conto de fadas que você cresceu na escola ouvindo não é tão bonito como parece ser, que nessas mesmas histórias de “Era uma Vez…” já tem muita maldade, gente passando a perna pra conseguir o que quer, inveja, pensamentos maldosos e muita coisa que passa despercebido quando a professora lê nas aulas.
Não demora muito tempo mas você também consegue ver que existe muita beleza naquilo que os olhos não veem, que o essencial é invisível aos olhos e que muita coisa vale mais quando é vista pelo coração.

IMG_5580

Então você aprende a ouvir o que nem sempre é dito, a “ouvir com outros olhos” como já diz Anitelli na musica do Teatro Mágico…

Ahh e nos momentos – raros – em que você descobre tesouros perdidos por aí que são únicos, importantes e extremamente valiosos? Você começa a perceber suas pessoas, seus valores, suas divergências, suas manias, culturas, gostos e personalidades tão diferentes das suas e isso é encantador!

A vida nem sempre fala, mas logo você ouve. E quando ouve, aprende que muita coisa nessa vida vale a pena, muita gente vale a pena, muitas histórias, trocas e vivências que são fascinantes e te ensinam a ser melhor, a repartir e ser grata por aquilo que tem e  ser humilde suficiente para receber aquilo que sabe que te falta. 

O ano está acabando, mas a vida está sempre (re)começando e no final destes dias cresce em mim a certeza de que para sermos melhores consequentemente o próximo ano depende inicialmente de nós, da nossa força de vontade e da nossa fé.

Que os pés continuem no chão e o   na eternidade.

Tchau 2014…

Anúncios

2 pensamentos sobre “› Tchau 2014: A vida nem sempre fala, mas logo você escuta.

Comente aqui sobre essa nota ↓

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s